terça-feira, 17 de novembro de 2009

O NOVEMBRO NEGRO NA BAHIA


O deputado federal Luiz Alberto do PT da Bahia tem sido um dos representantes mais atuantes das causas envolvendo os quilombos, por isso, tem se destacado pela defesa no congresso nacional por aqueles que são e sempre foram marginalizados na história do nosso país. Segue abaixo matéria do sítio do deputado que fala sobre a programação que antecede ao 20 de Novembro. Logo após o texto assista um vídeo que tem grande significado para todos nós brasileiros. O navio negreiro de Castro Alves continua vivo entre nós.



Este ano, a ação ganha caráter internacional, com a inclusão do Seminário Experiências Iberoamericanas de Promoção da Igualdade Étnico-Racial, que acontece de domingo (15) até terça-feira, no Hotel Vila Galé, em Ondina. A celebração do 20 de Novembro em ato público na Praça Castro Alves, com a presença do presidente Lula, confere o caráter nacional do projeto. No Estado, a população é envolvida através de várias ações promovidas pelos movimentos negros, por órgãos do governo estadual e das prefeituras de todos os territórios de identidade.
São diversas as exposições, mostras de filmes, conferências, oficinas, marchas, seminários, realizadas em Salvador e em municípios como Alagoinhas, Lauro de Freitas, Camaçari, Conceição da Feira, Irecê, Porto Seguro, Seabra, Souto Soares, Ituberá, Itacaré e Juazeiro, sempre com abordagens étnico-raciais. Ao público em geral, a chamada à reflexão sobre o contexto do racismo no Brasil chega através de uma forte campanha publicitária, lançada pela Sepromi em veículos de comunicação como outdoor, tv, rádio, jornal, revistas, ônibus e mobiliários urbanos.

"A nossa idéia é consolidar um ambiente favorável para a implementação de políticas de promoção da igualdade racial no estado da Bahia", afirma a secretária de Promoção da Igualdade, Luiza Bairros, que destaca o Decreto Estadual de Políticas para as Comunidades Remanescentes de Quilombos entre as ações de governo a serem lançadas no bojo do Novembro Negro. O documento, que define as diretrizes das políticas públicas baianas para quilombos, será assinado pelo governador Jaques Wagner em ato com participação do presidente Luís Inácio Lula da Silva, nos 20 de Novembro, na Castro Alves.
A praça mais popular de Salvador será palco de outros atos como a assinatura do Estatuto Nacional de Promoção da Igualdade Racial, pelo presidente Lula, e o anúncio do governador de comunidades que serão beneficiadas com a regularização de suas terras. Desta forma, a Castro Alves será o espaço da celebração nacional do 20 de Novembro, concentrando todas as manifestações tradicionais da data, a exemplo das caminhadas que saem do Campo Grande e da Liberdade.
video

Nenhum comentário:

Postar um comentário